Instituto de Biociências
Instituto de Biociências
Programas - Biologia Vegetal :::
Bolsas

Portaria IB Nº 102, de 09 de setembro de 2013 - Comissão de bolsas

 

Mandato até 31.05.2016

 

Titulares

Profa. Dra. Alessandra Ike Coan

Prof. Dr. Marco Antonio de Assis

Prof. Dr. Massanori Takaki

Discente: Thales Henrique Dias Leandro

 

Suplentes

Profa. Dra. Adelita Aparecida Sartori Paoli

Prof. Dr. Antonio Fernando Monteiro Camargo

Prof. Dr. Victor José Mendes Cardoso

Discente: Karen Patrícia Castillioni

Resultado seleção 2012

O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) estabelece os critérios a serem utilizados pelo nos processos de concessão de bolsas de cotas institucionais (CAPES/Demanda Social e CNPq), previstos no Regulamento do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal).

1. Serão concedidas bolsas de cotas institucionais (CAPES/Demanda Social e CNPq) aos alunos regularmente matriculados no Programa.

1.1 O aluno bolsista deverá desenvolver atividades de pesquisa no Instituto de Biociências de Rio Claro - UNESP ou em outra Instituição de Ensino Superior, desde que previamente reconhecida pelo Programa, em regime de dedicação integral;

1.2 O aluno bolsista não poderá ter vínculo empregatício, exceto nos casos aceitos pelas agências de fomento e com a concordância do orientador e do Conselho do Programa.

2. A classificação final para a distribuição das Bolsas de Cotas Institucionais de Mestrado será elaborada de acordo com os seguintes critérios:

I. Média da prova de seleção (Inglês + Conhecimentos Específicos): peso 1

II. Curriculum Vitae (CV): peso 2.

Quanto ao Currículum Vitae, serão analisados os seguintes parâmetros:

i. Média do histórico escolar "sujo" da graduação (até 10,0 pontos)

ii. Curso de pós-graduação lato sensu (mín. 360 horas) (até 1,0 ponto)

iii. Estágio de iniciação científica com bolsa (CNPq, PIBIC, FAPs, ANP) (mín. 6 meses) (até 10,0 pontos)

iv. Estágio sem bolsa ou remunerado (mín. 1 ano) (até 5,0 pontos)

v. Exercício da profissão em área correlata (0,5 pontos/semestre)

vi. Magistério no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

vii. Monitorias no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

viii. Participação em cursos e mini-cursos (0,1 ponto para cada 30 horas)

ix. Participação em eventos (congressos, simpósios, encontros) (até 2,0 pontos)

x. Palestras, cursos e mini-cursos ministrados (até 2,0 pontos)

xi. Assessorias (TCCs, bancas, revistas científicas) (até 2,0 pontos)

xii. Organização de eventos (até 1,0 ponto)

xiii. Resumos publicados em anais de eventos (até 2,0 pontos)

xiv. Trabalhos completos publicados em anais de eventos (até 5,0 pontos)

xv. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e não indexados no Scielo (até 5,0 pontos)

xvi. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo (até 10,0 pontos)

xvii. Artigos ou notas científicas em periódicos, com fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo terão o valor numérico do fator de impacto vigente multiplicado por 1,0 (até 50,0 pontos)

xviii. Livro publicado (até 10,0 pontos)

xix. Capítulo de livro (até 5,0 pontos)

xx. Prêmios recebidos (até 2,0 pontos)

III. A nota final (em pontos) será computada pela somatória dos pontos obtidos na prova de seleção (peso 1) e dos pontos obtidos na análise do currículum vitae (peso 2) dividido pelo número 2, obtendo-se uma classificação quantitativa em valor numérico.

3. A classificação final para distribuição de Bolsas de Cotas Institucionais de Doutorado Contínuo será elaborada com base na seguinte fórmula:

I. tempo de titulação no curso de mestrado acadêmico (TT): peso 1

II. Curriculum Vitae (CV): peso 2.

Quanto ao Currículum Vitae, serão analisados os seguintes parâmetros:

i. Média do histórico escolar "sujo" da graduação (até 10,0 pontos)

ii. Curso de pós-graduação lato sensu (mín. 360 horas) (até 1,0 ponto)

iii. Estágio de iniciação científica com bolsa (CNPq, PIBIC, FAPs, ANP) (mín. 6 meses) (até 10,0 pontos)

iv. Estágio sem bolsa ou remunerado (mín. 1 ano) (até 5,0 pontos)

v. Exercício da profissão em área correlata (0,5 pontos/semestre)

vi. Magistério no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

vii. Monitorias no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

viii. Participação em cursos e mini-cursos (0,1 ponto para cada 30 horas)

ix. Participação em eventos (congressos, simpósios, encontros) (até 2,0 pontos)

x. Palestras, cursos e mini-cursos ministrados (até 2,0 pontos)

xi. Assessorias (TCCs, bancas, revistas científicas) (até 2,0 pontos)

xii. Organização de eventos (até 1,0 ponto)

xiii. Resumos publicados em anais de eventos (até 2,0 pontos)

xiv. Trabalhos completos publicados em anais de eventos (até 5,0 pontos)

xv. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e não indexados no Scielo (até 5,0 pontos)

xvi. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo (até 10,0 pontos)

xvii. Artigos ou notas científicas em periódicos, com fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo terão o valor numérico do fator de impacto vigente multiplicado por 1,0 (até 50,0 pontos)

xviii. Livro publicado (até 10,0 pontos)

xix. Capítulo de livro (até 5,0 pontos)

xx. Prêmios recebidos (até 2,0 pontos)

III. A nota final (em pontos) será computada pela somatória dos pontos obtidos na prova de seleção (peso 1) e dos pontos obtidos na análise do currículum vitae (peso 2) dividido pelo número 2, obtendo-se uma classificação quantitativa em valor numérico.

4. A classificação final para distribuição de Bolsas de Cotas Institucionais de Doutorado Direto será elaborada com base na seguinte fórmula:

I. média da prova de seleção (Inglês + Conhecimentos Específicos) = peso 1

II. Curriculum Vitae (CV): peso 2.

Quanto ao Currículum Vitae, serão analisados os seguintes parâmetros:

i. Média do histórico escolar "sujo" da graduação (até 10,0 pontos)

ii. Curso de pós-graduação lato sensu (mín. 360 horas) (até 1,0 ponto)

iii. Estágio de iniciação científica com bolsa (CNPq, PIBIC, FAPs, ANP) (mín. 6 meses) (até 10,0 pontos)

iv. Estágio sem bolsa ou remunerado (mín. 1 ano) (até 5,0 pontos)

v. Exercício da profissão em área correlata (0,5 pontos/semestre)

vi. Magistério no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

vii. Monitorias no Ensino Superior (0,5 pontos/semestre)

viii. Participação em cursos e mini-cursos (0,1 ponto para cada 30 horas)

ix. Participação em eventos (congressos, simpósios, encontros) (até 2,0 pontos)

x. Palestras, cursos e mini-cursos ministrados (até 2,0 pontos)

xi. Assessorias (TCCs, bancas, revistas científicas) (até 2,0 pontos)

xii. Organização de eventos (até 1,0 ponto)

xiii. Resumos publicados em anais de eventos (até 2,0 pontos)

xiv. Trabalhos completos publicados em anais de eventos (até 5,0 pontos)

xv. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e não indexados no Scielo (até 5,0 pontos)

xvi. Artigos ou notas científicas em periódicos, sem fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo (até 10,0 pontos)

xvii. Artigos ou notas científicas em periódicos, com fator de impacto (ISI - Thompson Reuters), indexados em bases de dados e indexados no Scielo terão o valor numérico do fator de impacto vigente multiplicado por 1,0 (até 50,0 pontos)

xviii. Livro publicado (até 10,0 pontos)

xix. Capítulo de livro (até 5,0 pontos)

xx. Prêmios recebidos (até 2,0 pontos)

III. A nota final (em pontos) será computada pela somatória dos pontos obtidos na prova de seleção (peso 1) e dos pontos obtidos na análise do currículum vitae (peso 2) dividido pelo número 2, obtendo-se uma classificação quantitativa em valor numérico.

5. Este procedimento inicia-se a partir da divulgação da relação dos aprovados no processo seletivo.

6. Alunos que ingressaram em processos seletivos anteriores e que estejam sem bolsa serão incluídos neste procedimento de classificação.

 
[Voltar]
UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Campus de Rio Claro
SGCD - Sistema Gerenciador de Conteúdo Dinâmico - versão 1.1.0
Tecnologia e Desenvolvimento:
Serviço Técnico de Informática - Campus de Marília
Layout:
Assessoria de Informática - Grupo de Tecnologia da Informação